A desconhecida sexualidade do idoso

0
1761

A sociedade permite apenas aos mais novos manifestarem sua sexualidade, relegando ao idoso a abstinência sexual, mostra estudo de Carina Corrêa Bastos e colaboradores do Instituto de Geriatria e Gerontologia da PUC-RS, na “Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia”. Grande parte dos idosos mostra interesse por sexo, mas mitos e preconceitos precisam ser superados. No estudo, 41,9% dos idosos manifestaram preferência por carinhos e toques, como forma de demonstração da sexualidade. Com base em dados coletados de 1.078 idosos, o sexo foi considerado muito importante por 16,6% dos homens e 7% das mulheres; e pouco importante por 30,3% Vida Sexual | Portal Amigo do Idosodos homens e 47,9% das mulheres. Os autores do trabalho destacam que a atividade sexual não é apenas o ato sexual e que existem outras formas de manifestar a sexualidade. São as demonstrações de carinho, afeto, companheirismo e ternura. De qualquer forma, a pesquisa da PUC-RS sugere que, com o envelhecimento, não há estagnação do desejo sexual. PSICOLOGIA DA SAÚDE O 1º Congresso e a 10ª Jornada de Psicologia da Saúde, que ocorrem em São Paulo de 12 a 14 próximos, terá como tema “O sentido do cuidar”. Serão abordados temas de psico-oncologia, cuidados paliativos e integrativos e musicoterapia. Informações: www.hospitalsiriolibanes.org.br/ensino ou www.casadocuidar.org.br

Leia mais emhttp://noticias.bol.uol.com.br/ciencia/2012/10/06/a-desconhecida-sexualidade-do-idoso.jhtm