Terceira idade invade a praia Central de Balneário Camboriú

0
370

Cidade se transforma para receber clientes diferenciados nesta época do ano

Eles transformam a cidade. Acostumada a atrair milhares de turistas durante todo o verão, Balneário Camboriú abre os braços para receber, nesta época do ano, os turistas da terceira idade. Aproveitando que a cidade está um pouco menos movimentada, eles tomam conta da areia, dos hotéis, das calçadas e dos restaurantes, que a cada ano se preparam ainda mais para este tipo de público.


O casal de aposentados argentinos, Roberto Tiseira, 73 anos, e María del Carmen Tiseira, 68, conheceram Balneário há 24 anos e sempre fazem questão de voltar. Para eles, além das belezas naturais da região, a qualidade no atendimento e a atenção do povo com os turistas fazem com que eles continuem escolhendo a cidade como destino das férias

– A região nos encanta. A praia é bonita, as pessoas nos recebem muito bem, tudo nos chama a atenção – disse a aposentada.

Ela e o marido moram na cidade de Berisso, na Província de Buenos Aires, e destacam que Balneário Camboriú sempre procura inovar para receber os turistas.

– Cada ano que a gente vem, conhece algo novo – disse Roberto.

Os “hermanos” são maioria entre o pessoal da terceira idade que procura os hotéis da cidade. Mas claro que os brasileiros também aproveitam para visitar a cidade. Como o casal de Santa Cruz do Sul (RS), Fernando Oliveira, 73 anos, e Gertrudes Oliveira, 67.

Eles costumam viajar bastante e conhecem vários lugares do Brasil e do mundo. Além disso, têm casa em Capão Alto, no litoral gaúcho. Geralmente, a cada dois anos eles vêm para Balneário Camboriú.

– Eu sou apaixonado por este lugar. Tem o calçadão na orla e estas árvores. Além da variedade de restaurantes e bares. Até porque eu adoro boteco – disse seu Fernando.

Dona Gertrudes diz que eles costumam vir sempre nessa época para o litoral catarinense porque o movimento é menor. E já planejam os passeios que devem fazer pela região.

– A gente vem tanto para cá e ainda não conhece a ilha de Porto Belo. Vamos ver se dessa vez vai dar para ir – disse ela.

Atrativos e opções diferenciadas

Os pontos apontados pelos turistas são os mesmos que colocaram Balneário Camboriú como um dos destinos preferidos do Brasil no turismo da terceira idade. É o que diz a presidente do Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares de Balneário Camboriú e Região (Sindisol), Karina Peters. Ela enumera os principais atrativos que fizeram com que a cidade conquistasse esse status.

– O mar é calmo com água quente, é uma cidade pequena, mas com muitas opções de restaurantes, bares e hotéis. Isso é um atrativo para eles – comenta.

Mas é claro que os empresários precisam ir se adaptando, ano a ano, para chamar ainda mais clientes. Um dos principais atrativos oferecidos por quase todos os hotéis da cidade hoje é a assistência médica 24 horas.

– Precisamos nos adaptar com apoio nos banheiros, com rampas. Também há opção do que chamamos de meia pensão, com estadia incluindo jantar com bufê especial. Alguns hotéis oferecem atrações a parte, como bailes, bingo e aulas de dança – diz a presidente do sindicato.

Os turistas não ficam apenas em Balneário Camboriú. Vários passeios são oferecidos pelos próprios hotéis, mas a maioria já chega com o pacote comprado nas agências de viagem.

– Os destinos mais procurados são Florianópolis e a região de Porto Belo e Bombinhas, para quem gosta de praias. Blumenau e Brusque também entram como opção para compras e Nova Trento por causa do Santuário de Santa Paulina – enumera Karina.

Sindisol espera aumento de 7% na ocupação hoteleira em março

A diretoria do Sindisol espera um aumento de pelo menos 7% na ocupação da rede hoteleira, em relação a março do ano passado. A tendência é seguir o acréscimo já registrado em dezembro, janeiro e fevereiro.

Para o sindicato, em 2013 houve uma antecipação para a chegada da terceira idade, já que o Carnaval foi mais cedo e, com isso, anteciparam-se as promoções. O setor de hospedagem do Sindisol registrou ocupação de 76% da rede hoteleira em março do ano passado, mas ainda não é possível estimar em quanto ficará neste ano. Para o sindicato, houve até uma mudança no perfil dos turistas argentinos, por exemplo.

– Achamos que, com a crise no país vizinho, turistas com maior poder aquisitivo, que costumavam ir para o Caribe ou para a Europa, mudaram o destino das férias para Balneário Camboriú – comenta Karina.

Segundo a Santur, Balneário Camboriú lidera a preferência do segmento no Estado, recebendo entre março e maio, cerca de 500 mil visitantes. Outro forte sinal da presença deste segmento de visitantes no município está na pesquisa de demanda turística da Secretaria de Turismo e Desenvolvimento Econômico do município (Sectur), referente a março do ano passado, que apresenta 30,37% de turistas na cidade na faixa etária entre 51 e 65 anos.

Para Mari Studt, do departamento operativo de uma agência de eventos especializada na terceira idade, a cidade tem agora exatamente a situação ideal que esta demanda de visitantes procura. O clima ameno desta época do ano, com temperaturas próximas aos 22ºC, se soma ao ritmo mais tranquilo das pessoas nas ruas, se comparado ao agito dos três meses anteriores.

– Faremos o receptivo em março, abril e maio. Estão sendo esperados pelo menos 1,4 mil turistas brasileiros, argentinos, chilenos, uruguaios, paraguaios, bolivianos e colombianos – enumera.

Por Julimar Pivatto

Fonte: Diário Catarinense

Se você gostou dessa publicação, por favor curte, compartilhe, divulgue;ajude-nos a construir este projeto