Idosos respondem pela maior parte de consumidores inadimplentes em maio

0
185

SÃO PAULO – Os consumidores com mais de 65 anos responderam pela maior parcela de inadimplentes no mês de maio, segundo informações divulgadas nesta quinta-feira (20) pelo SPC Brasil (Serviço de Proteção ao Crédito) e pela CNDL (Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas).

De acordo com o estudo, no quinto mês do ano, um em cada quatro cadastros negativos correspondia a um consumidor idoso. Na opinião da economista do SPC Brasil, Ana Paula Bastos, uma das razões que justificam tal inadimplência nesta faixa etária é a alta despesa com remédios e planos de saúde, além de outros custos nominais.

“A facilidade que aposentados e pensionistas têm para conseguir empréstimos consignados, aliado ao fraco planejamento financeiro, acaba por comprometer uma parcela significativa da renda destas pessoas. Além disso, o empréstimo de nome para terceiros e a natural redução de renda nessa idade são agravantes”, explicou.

A faixa etária dos 30 aos 39 anos é a segunda no ranking de inadimplência, respondendo por 22,51% dos devedores. Em seguida, aparecem os consumidores de 40 a 49 anos (15,64%), 50 a 64 (12,39%), 25 a 29 (12,15%) e abaixo de 24 anos (11,85%).

Valores
No que diz respeito aos valores, em maio, 50,77% dos consumidores inadimplentes possuíam dívidas com valores acima de R$ 500; 18,02%, de R$ 100 a R$ 250; 15,92%, entre R$ 250 e R$500; e 15,29% até R$ 100.

Fonte: InfoMoney