Adolescente de 15 anos ensina inglês para idosos em S. José dos Campos

0
605

Felipe Baptista idealizou curso de inglês para idosos na cidade. Aulas são gratuitas e são oferecidas na Casa do Idoso da zona sul.

O idealizador do projeto com algumas idosas que participam das aulas. (Foto: Reprodução/TV Vanguarda)
O idealizador do projeto com algumas idosas que participam das aulas. (Foto: Reprodução/TV Vanguarda)

Se dizem que não existe idade para aprender, também não existe idade para ensinar. Felipe Baptista, de 15 anos, é um exemplo disso e teve a iniciativa de ensinar inglês para idosos de São José dos Campos. As aulas do idioma acontecem na Casa do Idoso e os alunos participam das aulas desde setembro.

Felipe aprendeu a falar inglês quando ainda era criança e decidiu passar o conhecimento adiante. “É muito legal, porque tem muita gente que acha que os idosos são mal-humorados, são nervosos. Não tem nada a ver, eles são super bem humorados, eles têm muita vontade, então fica muito mais fácil”, contou Felipe.

Na Casa do Idoso da região sul, duas turmas têm aulas gratuitas uma vez por semana e todos os professores são voluntários. Ao todo, 20 alunos com mais de 60 anos participam da iniciativa. “A proposta é com que eles se comuniquem, que eles aprendam as coisas básicas do inglês, o idioma. Alguns deles gostam de leitura, música. Então, é aquela parte de integração com o idioma, que ainda não existe. A energia deles, a vontade de aprender é uma lição para a gente”, disse o professor Donizete Silva.

A aposentada Maria Carolina Rocha está se dando bem nas aulas. “Você vai, às vezes, ver uma propaganda, qualquer coisa em inglês, mas eu não sei o que é isso. Mesmo em aeroporto, a gente vê palavras inscritas em inglês a gente fica meio assim. To engatinhando, mas acho que eu vou aprender a andar, com certeza”, afirmou.

O principal diferencial da iniciativa é troca entre a juventude e a experiência, e no resultado final, todos acabam ganhando. “Como a gente tem idade para ensinar as coisas da vida aos jovens, eles ensinam para a gente o modernismo da vida”, afirmou a aposentada Clélia Rodrigues.

Os interessados em participar do projeto, pode se inscrever na fila de espera. A inscrição pode ser feita diretamente na unidade, que fica na Avenida Andrômeda, 2.601, Bosque dos Eucaliptos.

Fonte: G1