Exercitando o cérebro: jogos para a terceira idade

0
4316

Jogos para a terceira idade como Dominó, Baralho, Gamão, Dama e Xadrez são importante para a saúde mental e a prevenção de doenças degenerativas

Já se deu conta de que a maioria dos idosos que conhecemos fazem palavras cruzadas, ou se reúnem nas praças para jogar Dominó, Baralho, Gamão, Dama e Xadrez.  Eles podem até fazer isso inocentemente, mas não imaginam o quanto pode ser importante para a saúde mental e a prevenção de doenças degenerativas.

Médicos da área e psicólogos indicam a prática como método preventivo de doenças senis, até mesmo o Mal de Alzheimer. O que ocorre é que os jogos lógicos estimulam uma série de aspectos sensoriais de extrema importância para os idosos. É o que relata a psicóloga Danielle Sá, da Sociedade Brasileira de Arte, Cultura e Cidadania – SOBACC:

“O jogo é um exercício cerebral e cognitivo bastante eficiente, que estimula o funcionamento e extensão da memória e do trabalho neuronal. A inteligência, que é a capacidade perceptivo motora do ser humano. A atenção, a linguagem responsável pela fluência verbal, nomeação e compreensão. A memória visual e espacial, o raciocínio e as funções de execução”, explica.

Palavras Cruzadas, típico jogo dessa fase da vida, é um dos mais citados como responsáveis pelo benefício de uma mente saudável por uma vida longeva. Mas, os outros tipos onde mais de um participante podem jogar também são indicados.

“Solidão é um sentimento que acompanha os idosos e o convívio social é muito importante para que não se sinta deprimido. A integração social, a capacidade de ouvir, prestar atenção, reter informação e aprender controlar a ansiedade”, complementa Danielle.

Fonte: Jornal Correio de Noticia

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here