Amizade faz bem a saude!

0
124
Em busca de uma vida melhor, muitas pessoas gastam dinheiro com livros de autoajuda, horas em sessões de terapia e consultas médicas e até em remédios naturais.
Mas existe uma poderosa – e gratuita! – arma secreta que pode ajudar a combater doenças como a depressão e ainda diminuir o envelhecimento precoce: os amigos!
De acordo com a publicação Madame Noir , diversos estudos conduzidos ao redor do mundo têm indicado que eles não apenas melhoram a qualidade de vida como de fato podem fazer com que você viva mais.
Uma pesquisa da Universidade Brigham Young, nos Estados Unidos, revela que quem tem uma boa rede de amigos tem 50% de chance a mais de ter uma vida longa.
O estudo, publicado recentemente pela revista especializada Plos Medicine, sugere que ter poucos amigos pode ser tão prejudicial à saúde de uma pessoa como fumar 15 cigarros por dia ou ser alcoólatra.
Segundo a pesquisa, a amizade traz bem-estar e vontade de se cuidar mais. Na opinião do psicólogo Harmut Gunther, professor da Universidade de Brasília, isso acontece porque quem tem uma boa rede social pode recorrer aos amigos para superar momentos de tristeza, o que diminui a chance de depressão, por exemplo.

“Essas tristezas contribuem para baixar qualidade de vida e qualidade da própria saúde da pessoa, então, tendo mais amigos a chance de você encontrar alguém que lhe anima aumenta. Então, nesse sentido, para mim o resultado faz todo sentido.”

Por isso, o professor Harmut Gunther ressalta que não é aconselhável se afastar dos amigos, mesmo com as inevitáveis mudanças da vida como casamento ou mudança de estado ou país.

Nesse estudo, os cientistas analisaram 300 mil pessoas em quatro continentes em um período de sete anos. Aqueles que mantinham redes sociais mais fortes se saíram melhor em resultados de saúde e expectativa de vida.
Descubra  aqui alguns benefícios que as amizades trazem para nossas vidas:
1 – Melhora geral na saúde:
Em 2010, estudiosos de Harvard concluíram que fortes laços de amizade mantém a saúde cerebral conforme envelhecemos. Outra pesquisa com 15 mil pessoas acima dos 50 anos mostrou que a memória dos socialmente ativos era melhor do que entre os mais solitários.
2- Força para lutar contra o cancer:
Em 2006, um estudo com quase três mil enfermeiras com câncer de mama concluiu que mulheres sem amigos próximas tinham quatro vezes mais chances de morrer da doença do que as que possuíam 10 ou mais amigos. A amizade era encarada como uma forma de proteção. Nem mesmo a presença do cônjuge foi associada à sobrevivência.
3- Melhora na resposta imunológica:
Pessoas com menos amigos têm quase o dobro de chance de morrer de doenças do coração e são duas vezes mais propensas a contrair gripes e resfriados – mesmo que estejam menos expostas aos germes por terem menos contato social. 
4- Recuperação mais rápida:
Cientistas que estudaram 42 casais em que um cônjuge possuía algum ferimento concluíram que as pessoas que se sentiam hostilizadas pelo parceiro demoraram o dobro de tempo para se curarem. O estudo mostrou ainda que nosso bem-estar social pode determinar se vamos ter uma recuperação rápida ou demorada de ferimentos mais graves ou mesmo de uma cirurgia.
5- Contato social tem dose mínima indicada:
Diversas pesquisas sugerem que, para manter nossa saúde, devemos interagir com outras pessoas por pelo menos seis horas por dia. Esse contato aumenta a sensação de bem estar e diminui preocupações e o estresse. Missão impossível? Preencha suas cota diária com um bate papo no café, almoço com os colegas do trabalho, conversas ao telefone, enviar e-mails e torpedos etc.
6- Manter a visão positiva:
Em 2010, pesquisadores avaliaram 34 estudantes na Universidade de Virginia, nos Estados Unidos, levando-os para uma colina íngreme e colocando mochilas pesadas em suas costas. Depois, perguntaram a eles quão acentuado era o declive. Os estudantes que se mantiveram perto de amigos acreditavam que o declive era menor do que na realidade. O estudo concluiu que ter amigos a quem recorrer faz com que os problemas pareçam menores e a sua vida fique melhor.
A amizade é uma das formas de aprimoramento do ser humano. Ela rompe as fronteiras do preconceito e torna-se essencial, seja entre colegas, vizinhos, pais e filhos, irmãos, namorados ou marido e mulher. E o seu corpo agradece: ter amigos traz benefícios tanto para a saúde mental como física.
Espero que este conteúdo tenha lhe sido útil de alguma forma! Se achou esse assunto importante, compartilhe nas suas redes sociais, ajudando outros a conviverem melhor e de forma mais saudável com seus semelhantes.

Flávia Merschmann  & Natália Ceará  – Psicólogas – Bem Viver + (www.bemvivermais.com)

*Flávia Merschmann é colaboradora do Portal Amigo do Idoso. Psicóloga e terapeuta experiente, em constante aprimoramento teórico e com participação ativa em Grupos de Estudos, Simpósios e Congressos. Preparada para tratar depressão, ansiedade, síndrome do pânico, transtornos de aprendizagem e conflitos em geral. Atua também como palestrante, instrutora de treinamentos e workshops. Graduada em Psicologia pela The University of Tampa (Tampa, FL, USA) desde 2012. Áreas em que já atuou: Clinica; Escolar; Hospitalar e Recursos Humanos (R&S).2600

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here