Benefícios de Dormir Bem: 11 Razões Para Uma Boa Noite de Sono

0
137

Nada melhor do que chegar em casa depois de um longo dia, dormir profundamente e acordar renovado no dia seguinte. Mas o sono não assume apenas esse papel revigorante – ele tem diversas outras funções essenciais para o nosso organismo. Dormir menos que o recomendado (6 a 8 horas em média) ou acordar diversas vezes durante a noite em decorrência de distúrbios como apneia e insônia pode causar mais malefícios ao organismo do que imaginamos. o sono de qualidade ruim desorganiza o metabolismo e prejudica a síntese de alguns hormônios, favorecendo diversas doenças como obesidade e depressão.

Muitas pessoas acreditam que com que poucas horas de sono podem descansar e enfrentar o dia a dia, o que na verdade acontece é que o corpo se acostuma a dormir poucas horas, o que em longo prazo pode ser prejudicial para a saúde. Hoje quero destacar a importância de uma boa noite de sono, já que isso nos proporciona diversos benefícios em diferentes aspectos da nossa saúde.

1-Estética: O sono faz com que você descanse a pele, tornando-a bonita e ajudando a regenerar as células mais facilmente.

2-Os olhos: A vista repousa sobre um fundo de rodopsina, um pigmento sensível à luz que é regenerado enquanto estamos dormindo, de modo que os olhos são recuperados do esforço feito durante o dia. Ele também ajuda a eliminar as olheiras e bolsas.

3-Respiração: Quando o sono se torna mais profundo, facilita a oxigenação das células.

4-Prevenir quilinhos extras: Uma boa noite de sono não irá necessariamente resultar na perda de peso, mas pode mantê-lo longe de ganhar alguns quilos extras. A insônia sobe a produção do hormônio grelina, que estimula o apetite, explica o especialista de sono Michael Breus, autor do livro “The Sleep Doctor’s Diet Plan” (O Plano de Dieta do Sono do Doutor). “A insônia também leva a uma diminuição do hormônio leptina”, diz Breus. Mais propenso ao stress e com menos energia, a falta de sono reduz a sua capacidade de evitar alimentos não saudáveis.

 5-Sistema Imunológico: Quer ficar de fora da lista de lesões e ficar menos doente? Crie o hábito de descansar com qualidade para manter em “boa forma” as células e proteínas de seu sistema imunológico. Isso melhora a sua capacidade de derrotar os resfriados, a gripe e outras infecções. O sono também deixa as vacinas mais eficazes. “Depois de ser vacinado, pessoas com problemas de sono não desenvolvem a mesma resposta de anticorpos do que pessoas bem descansadas, e isso as deixam mais suscetíveis”, diz Paruthi.

6-Hipertensão controlada: Quando não descansamos o suficiente corremos o risco de aumentar a pressão arterial, aumentando a chance de uma doença cardiovascular, aumentando também a produção de cortisol, o hormônio que provoca estresse.

7-Coração: “A má qualidade do sono está associada a problemas de saúde no coração, de pressão alta a ataques cardíacos”, diz Paruthi. Aqui está o motivo: uma noite mal dormida pode levar a um aumento nos hormônios do estresse como o cortisol. O aumento nos hormônios de estresse obriga seu coração a trabalhar mais e aí ele não tem o descanso que necessita”, explica o especialista.

8-Controle de Diabetes: De acordo com a endocrinologista Alessandra Rasovski, dormir mal em decorrência de distúrbios do sono não só dificulta o controle da doença como também pode favorecer o aparecimento de diabetes tipo 2. É durante o sono que o corpo estabiliza os índices glicêmicos. Quem não tem um sono de qualidade sofre com o descontrole do nível de glicose, podendo desenvolver diabetes.

9-Intelectual: O descanso é fundamental para melhorar nossa atividade intelectual. O cérebro precisa deste tempo para processar toda a informação acumulada durante o dia. Dormir mal afeta a cognição, atenção e a tomada de decisão e, por isso, pessoas que dormem mal têm maior dificuldade a resolver problemas de lógica ou matemática.

10-Coordenação física: Atividade psicomotora não pode funcionar adequadamente se o cérebro não está descansado. Se a atividade envolve riscos descansar não só é desejável, mas essencial.

Quando dormimos profundamente e sem interrupções, nosso corpo começa a produzir o hormônio GH, responsável pelo nosso crescimento. Essa substância só começa a ser produzida aproximadamente meia hora após uma pessoa dormir – por conta disso, pessoas que tem o sono fragmentado sofrem dificuldades de sintetizar esse hormônio. “O hormônio do crescimento tem como funções ajudar a manter o tônus muscular, evitar o acúmulo de gordura, melhorar o desempenho físico e combater a osteoporose”, explica a endocrinologista Alessandra Rasovski, da Sociedade Brasileira e Endocrinologia e Metabologia.

11-Previne a depressão: As chances de a depressão comprometer a qualidade de vida de uma pessoa pode ser menor se ela dormir entre seis e nove horas por dia. É o que indica um estudo feito no Cleveland Clinic Sleep Disorders Center, em Ohio, nos Estados Unidos, que analisou mais de dez mil pessoas.
Os resultados mostraram que pessoas com o sono considerado “normal” – de seis a oito horas por noite – tiveram índices mais altos de qualidade de vida e níveis mais baixos de depressão quando comparados aos que dormiam pouco ou muito. Também foi observado aqueles que dormem menos que seis e mais de nove horas por dia sofrem uma piora na qualidade de vida e índices de depressão mais altos.

Como se pode ver, o sono é o responsável por diversos benefícios para a saúde e o bem estar. Portanto, dê a essas horas de sono a importância que elas merecem. Dormir bem é fundamental!

Flávia Merschmann  & Natália Ceará  – Psicólogas – Bem Viver + (www.bemvivermais.com)

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here