Aplicativo registra informações do paciente e sugere mudança de hábitos

0
107

Aplicativo registra informações do paciente e sugere mudança de hábitos

Um aplicativo desenvolvido pela Hospitalar ATS, empresa especializada em soluções de saúde, promete condensar todas as informações de saúde do usuário e, a partir do levantamento do seu perfil, alertar sobre possíveis riscos e sugerir modificações nos hábitos de vida.

A novidade, batizada de “Gestão de saúde para você”, estará disponível nas plataformas Android e IOS a partir do dia 24 de outubro, quando ocorre o lançamento oficial durante um evento sobre envelhecimento ativo e inclusão digital, no Pier X do Shopping Iguatemi, em Porto Alegre.

O app funciona como um diário de saúde, onde o próprio usuário registrará informações, como valores de pressão arterial, glicemia, peso, ingestão hídrica, pedômetro, score de dor, lembretes para consultas médicas e exames, além de administração de medicamentos.

Todos os dados serão acompanhados pela equipe de gestão de saúde da Hospitalar ATS, composta por médicos, enfermeiros, nutricionistas e fisioterapeutas.

O valor da contratação se inicia em R$ 20,00, mas varia conforme as necessidades de cada paciente, pois os programas podem ser customizados de acordo com a classificação de risco de saúde identificada.

Entre outros recursos contidos no programa, estão uma tela de orientação, com contato telefônico; uma central de apoio, com chat on-line e e-mail; uma área de acesso a vídeos de educação em saúde; e um calendário de ações, com oficinas e workshops.

Fora do pacote básico, é possível contratar visitas domiciliares, consultas ambulatoriais com equipe multidisciplinar, dispositivos de segurança, dietas enterais e suplementos alimentares. Além de pessoa física, podem se valer da novidade programas de gestão de saúde corporativos e condominiais e operadoras de saúde.

De acordo com as gestoras do projeto, Mariana Beirão e Luciane Leonenko, iniciativas como o aplicativo mostram uma mudança de postura do setor de saúde quando se pensa em cuidados ao paciente. “Há uma faixa da população em condições pré-crônicas, com hábitos de saúde que se não forem cuidados tendem a se agravar ainda mais, tornando mais caros os tratamentos.

O que vem mudando no mercado é o pensamento de cuidar das pessoas antes de que elas precisem de cuidados extremos”, afirma Mariana. “Na busca de um envelhecimento ativo e bem sucedido, diante do aumento da expectativa de vida no mundo, entendemos como fundamental o empoderamento do cuidado e a possibilidade de termos esta oportunidade na palma da nossa mão”, completa Luciane.

Fonte: Jornal do Comercio

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here