Conheça os principais tipos de próteses dentárias provisória

0
206

O uso de uma prótese dentária promove a melhoria de sua qualidade de vida e do seu bem-estar

A perda de um dente é muito mais do que uma questão de estética, uma vez que a falta dele pode afetar diretamente na mastigação, na respiração e na fonética.

Além disso, também pode causar a movimentação dos outros dentes.

Dessa forma, quando uma pessoa opta pelo uso da prótese é uma questão de melhorar a sua qualidade de vida e o seu bem-estar.

Ao buscar uma clínica odontológica para realizar o tratamento, saiba que existem diferentes tipos de próteses.

Muito provável o dentista te informará sobre eles, como também fará a recomendação do mais indicado para o seu caso específico. Confira a seguir mais sobre quais são eles.

O que é prótese dentária

A prótese nada mais é que um dispositivo que tem como objetivo substituir um ou mais  dentes perdidos provisoriamente.

Pode ser feito na própria clínica odontológica e normalmente, as pessoas levam algum tempo para adaptar-se ao tratamento.

É uma das melhores alternativas para quem tem dentes faltando, além de oferecerem uma aparência natural e gerando mais conforto.

São dois os tipos de próteses: as totais ou parciais, que podem ser tanto fixas quanto removíveis.

A vantagem da removível está na possibilidade de poder tirar para realizar a higiene, como também para dormir.

Já as fixas possuem uma estrutura parafusada ou encaixada em implantes, garantindo mais naturalidade aos dentes.

É importante sempre seguir as recomendações do profissional de sua clínica odontológica, para que a durabilidade do seu procedimento seja a maior possível.

Principais tipos de prótese dentária

Os materiais mais recomendados são as resinas acrílicas. Além de possuírem bons resultados esteticamente, também podem ser utilizados tanto para as próteses fixas quanto para as removíveis.

É possível que, em alguns procedimentos, seja feita a opção pela utilização de porcelana, mas isso ficaria a critério da clínica odontológica, do dentista e do paciente em questão.

Prótese dentária parcial removível

É formada por uma estrutura metálica com a presença de grampos para maior sustentação.

Seu principal objetivo é manter os dentes saudáveis que restaram na boca, normalmente sendo a maioria, para substituir apenas os que faltam, criando mais estabilidade no momento da alimentação e da fala.

Há também a prótese parcial removível flex, que dispensa o uso de grampos metálicos, sendo feito com um material chamado poliamida. As suas vantagens sobre o outro tipo são:

  • estética, por não ficar aparecendo a estrutura metálica;
  • mais flexibilidade;
  • conforto.

Pelo fato do material ser mais flexível e leve, permite uma melhor adaptação. Entretanto, o custo dela é mais elevado que a primeira e tem a desvantagem que poder apresentar uma pigmentação, principalmente nos casos em que a higiene bucal não é realizada de maneira eficiente.

Verifique com a sua clínica odontológica qual é a melhor opção para o seu caso, o que traz mais vantagens e se eles realizam esses tipos de procedimento.

Prótese dentária total removível

Na condição em que a pessoa perde todos os dentes, uma das opções da clínica odontológica e de seu profissional é a escolha da prótese dentária total removível.

Popularmente conhecida como dentadura, consiste em uma estrutura feita sob medida, tendo como base o formato, tamanho e cor dos dentes que a pessoa possuía antes, para parecer o mais natural possível.

Tem a vantagem de ser mais facilmente instalada na boca. Além disso, a estética costuma ser de grande importância nesses casos para o paciente, por questão de bem-estar.

Também melhora muito a qualidade de vida do indivíduo por questões relacionadas à mastigação.

O fato de ser removível pede uma limpeza melhor, uma vez que os alimentos podem acumular-se na base, trazendo mais bactérias e possíveis infecções.

Entretanto, caso não haja problemas, o paciente não precisa fazer uma manutenção com frequência na clínica odontológica.

Veja também: 

Conheça 4 dicas para manter a saúde bucal na terceira idade

Prótese sob implante

Também conhecido como Overdenture, esse procedimento é uma alternativa para as pessoas que sofrem de reabsorção óssea, por ficar preso aos implantes.

Podendo ser utilizada tanto na parte superior quanto inferior, dessa forma não prejudica a estrutura dos ossos da boca.

São dois os tipos existentes desse tratamento. O Barra-clip faz a união da prótese através de clips presos em uma pequena barra soldada nos implantes.

Já o O’Ring, une a prótese através de um anel metálico ou de teflon encaixado em um componente instalado nos implantes.

A maior vantagem dos dois métodos é a estabilidade e a segurança. Para saber qual é o melhor tratamento para o seu caso específico, é necessário fazer uma avaliação com o profissional da clínica odontológica. 

Prótese fixa

Esse procedimento é indicado para substituir grandes espaços ausentes. A diferença entre a prótese fixa e a coroa unitária é que as próteses são unidas, impossibilitando uma higienização individual do dente.

Pode ser confeccionado tanto em resina como em porcelana. Esse último, apesar de ser mais caro, também oferece uma maior resistência e uma melhor estética. 

Entretanto, esse procedimento tem sido cada vez menos indicado e realizado pela clínica odontológica, por atualmente ser considerado mais eficiente a colocação de implantes, que garantem resultados tanto estéticos quanto funcionais melhores. Além de ser mais facilmente higienizado.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here