Dor na gengiva: causas e tratamento

0
396

Gengiva doendo, inflamada, avermelhada e com sangramentos: tudo isso é sinal de que você deve visitar um consultório odontológico quanto antes, principalmente se a dor já persistir por um tempo.

A cura do problema vai acabar dependendo da causa da doença. Por isso, é importante atentar-se ao que faz a sua gengiva doer, em qual parte dói mais e se apresenta, ou não, sangramentos ao escovar e fazer o uso do fio dental.

O que pode ser?

As causas podem ser variadas, mas é essencial que seja descoberto no consultório odontológico, para que o melhor tratamento seja feito.

Pode acontecer de as causas das dores serem menos comuns, como quando há ferimentos ou queimaduras por algum alimento, diminuição no fluxo de saliva e a respiração em excesso pela boca .

Ainda assim, outros fatores de risco podem ser apresentados, como:

  • hormonais: mulheres durante a gravidez possuem maior probabilidade de ter inflamações na gengiva, devido às alterações nas taxas hormonais;
  • doenças: algumas doenças podem causar dor e inflamação, como a diabetes, herpes labial, epilepsia, leucemia, entre outras.
  • medicamentos: principalmente os anticonvulsivantes, ciclosporina A (imunossupressor) e remédios anti-hipertensivas.

Apesar disso, essas não são as causas mais comuns para as dores na gengiva. Ainda assim, é bom consultar-se em consultório odontológico para garantir que não há outros problemas.

Dente do siso

A gengiva doendo na parte posterior da boca pode indicar o nascimento do siso. Normalmente, isso ocorre entre os 17 e 21 anos, por vezes é necessário a sua extração para que não haja futuros problemas.

Em alguns casos, a inflamação da gengiva se dá por cima do dente do siso, causando a pericoronarite. Além da dor na gengiva, também pode causar dores de cabeça e na mandíbula, o que dificulta a mastigação.

É importante não deixar chegar nessa situação, procurando um consultório odontológico quanto antes, tanto pelo incômodo, como também pela possibilidade da anestesia demorar mais para fazer efeito quando a gengiva estiver inchada.

Sapinho

Conhecido como candidíase oral, causada pelo fungo Candida albicans, é mais comum em bebês, mas também pode ocorrer em pessoas com imunidade baixa.

É caracterizada, além da dor na gengiva, também pelo aparecimento de manchas esbranquiçadas na língua e na parte interna das bochechas. Além da dor, também pode causar a falta de apetite, prejudicando a amamentação.

A ida ao consultório odontológico é necessária para que o tratamento seja feito, normalmente ele ocorre através de antifúngicos. A medicação pode ser administrada via oral, por comprimidos ou também aplicando diretamente no local.

Aftas

As aftas são pequenas lesões rasas que aparecem na cavidade oral. Normalmente, elas ocorrem por ferimentos na boca, ingestão de alimentos ácidos e picantes, estresse ou baixa imunidade.

Elas podem aparecer tanto na mucosa da boca e embaixo da língua, como também na gengiva. Normalmente elas desaparecem sozinhas ou os tratamentos são feitos para aliviar a dor, através de pomadas anestesiantes, podendo ser receitadas pelo próprio dentista no consultório odontológico.

Caso as aftas permaneçam por mais de três semanas ou quando o seu aparecimento é muito frequente, é necessário buscar ajuda médica para assegurar-se de que não há nenhum problema mais grave e tomar as medidas necessárias para que elas desapareçam.

Uso de aparelho e prótese

Tanto os aparelhos, como as próteses podem ser a causa das dores nas gengivas por possuir um grande acúmulo de alimentos. Dessa forma, além do difícil acesso para a escovação, pode causar infecções.

Da mesma forma, caso os aparelhos não estejam bem adaptados ou que apresentem algum problema, também podem causar dores na gengiva. Nesses casos, é essencial ir ao consultório odontológico para que seja feito os ajustes necessários, junto ao dentista que já realiza o tratamento prévio.

Gengivite

A gengivite é uma inflamação que pode ocorrer em vários dentes ao mesmo tempo. A sua causa está na placa bacteriana ou biofilme. Normalmente é causada pela má higiene bucal, com a presença da placa a longo prazo, apesar de também ser notada logo no começo. Os principais sintomas são: vermelhidão na gengiva, inchaço com sangramento e dentes soltos.

Além disso, quando a gengivite não é tratada logo no começo, pode acabar evoluindo para outras doenças como a periodontite. Essa doença é mais grave, já que é uma infecção dos ossos que dão suporte para o dente.

O tratamento é feito no consultório odontológico, através de limpeza especializada. Em casos mais graves, é necessário fazer o uso de antibióticos.

Quando ir ao consultório odontológico?

Para descobrir a causa correta é essencial ir ao consultório odontológico onde o dentista possa dar o diagnóstico. Ainda assim, é importante realizar o autoexame para perceber os primeiros sinais.

O ideal é que sejam feitas consultas periódicas com o dentista, pelo menos uma vez por mês, para que o tratamento seja feito, evitando problemas mais graves. Ainda assim, quando ocorre emergências, é essencial que a consulta seja marcada quanto antes com um especialista, para que essas questões não se agravem. 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here